sexta-feira, 2 de outubro de 2009

MUSICAS DE 1988 A 1991


Adicionar imagem video


1988
A Vida é Bela

Quando acordei esta manhã vi voar uma borboleta
Chamei logo "anda cà mamã" e fiquei muito quieta
Estava mesmo um dia tão bonito que quis logo ir brincar
Fui a cantar com um sorrizo
E fui contente e com juizo, e com juizo

Refrão:
Fui a cantar, fui a cantar
Fui a cantar com um sorrizo
Fui contente, fui contente
Fui contente e com juizo

Quando o papà chega a casa vou logo a correr para ele
Quero mil milhões de beijinhos estou a morrer de saudades
Quando chega a hora dir dormir não tenho sono é verdade
Mas vou a rir e a cantar
A vida é bela e vou sonhar, e vou sonhar

Refrão:
Fui a cantar, fui a cantar
Fui a cantar com um sorrizo
Fui contente, fui contente
Fui contente e com juizo


1989/1990
Ele é menino da mamã


Tem a mania que é bonito mas não é
Ele não passa dum miudito là isso é
E faz olhinhos de engataão
Mas eu não passo nenhum cartão
E todos dizem que ele é galã
Mas para mim ele é menino da mamã

Refrão:
Hey hey, hein hein, ele é menino da mamã
Hey hey, hein hein, ele é menino da mamã
Ele é menino da mamã

Tem a mania que é o maior mas não é
As suas notas são as piores là isso é
é o mais vaidoso da minha escola
Por isso mesmo não lhe dou bola
E todos dizem que ele é galã
Mas para mim ele é menino da mamã

Refrão:
Hey hey, hein hein, ele é menino da mamã
Hey hey, hein hein, ele é menino da mamã
Ele é menino da mamã


Com a minha guitarra

Quero vestir cabedal não quero um vestido
Com um cinto de metal é muito mais curtido
Vou subir ao palco cantar esta canção
Vou enlouquecer toda a multidão
Que sensação !
Vou voando numa mota cantando pela estrada
E deixo em todo o lado gente apaixonada
E nos meus concertos toda a gente quer bis
Canto so mais uma e tu ficas feliz
Mais feliz !

Refrão:
Com a minha guitarra eu vou tocar
Rock'n'roll da pesada tu vais vibrar
A abanar a cabeça até de manhã
E depois no final tu és meu fan.


Ida ao circo

Refrão:
Se vou ao circo quero ir com o Tò
Ele é bonito eu não quero ir sò
Ver os palhaços, malabaristas
E no trapézio ir ver os trapezistas

Tenho medo é dos leões
Mas o Tò não se importa
Ele é o maior dos grandes valentões

Refrão:
Se vou ao ciro quero ir com o Tò
Ele é bonito eu não quero ir sò
Ver os palhaços, malabaristas
E nos trapézios ir ver os trapezistas

Acho graça ao elefante
Tão meiguinho pesado
Não faz mal a ninguém
é mesmo um gigante !

Vou ver os palhaços os artistas
E là no trapézio os trapezistas
Tanta cor !

Refrão:
Se vou ao ciro quero ir com o Tò
Ele é bonito eu não quero ir sò
Ver os palhaços, malabaristas
E nos trapézios ir ver os trapezistas


Mamã dà-me

Digam que toda a gente o vai ver
é um concerto muito giro
Eu sei que a sala vai encher,
Quero ir ao concerto assim não dà
O mealheiro està vazio
Por isso canto sem parar

Refrão:
Mamã dà-me dà-me dà-me 20 escudos
Para ir ao concerto de Rui Veloso
Mamã dà tu tens que me dar
Porque também quero ir cantar,
Mamã dà-me dà-me dà-me 20 escudos
Para ir ao concerto de Rui Veloso
Mamã anda tu és minha amiga
Por isso ouve-là a minha cantiga

Quero ouvir cantar o Porto Covo
Vou pôr o meu vestido novo
E vou correr p’ro Coliseu,
Nunca fechada em casa é que eu não fico
é um concerto bem bonito
E eu também quero là estar !

Refrão:
Mamã dà-me dà-me dà-me 20 escudos
Para ir ao concerto de Rui Veloso
Mamã dà tu tens que me dar
Porque também quero ir cantar,
Mamã dà-me dà-me dà-me 20 escudos
Para ir ao concerto de Rui Veloso
Mamã anda tu és minha amiga
Por isso ouve-là a minha cantiga


1991
Eu nunca vou parar

Refrão:
Não não não
Eu nunca vou parar
Sim sim sim
Eu gosto de sorrir
Não não não
Não deixo de cantar
Sim sim sim
Anda daì curtir

Eu, gosto de aprender
Gosto de brincar
Gosto de viver
Mas o que gosto mais
é estar no palco
A cantar p'ra vòs

Refrão:
Não não não
Eu nunca vou parar
Sim sim sim
Eu gosto de sorrir
Não não não
Não deixo de cantar
Sim sim sim
Anda daì curtir

Sei, que é preciso ter
Alguém que acredite
Na nossa ilusão
Vem e traz os teus pais
P'ra cantarmos todos
Com inspiração !

Refrão:
Não não não
Eu nunca vou parar
Sim sim sim
Eu gosto de sorrir
Não não não
Não deixo de cantar
Sim sim sim
Anda daì curtir





Vou dizer ao meu pai

Tu não sejas mau p'ra mim
So por eu ser assim
Ainda tão pequena
Vê là se tens juizinho
E muito respeitinho
Estàs a topar a cena ?
So por seres maior do que eu jà te julgas o melhor
Mesmo sendo muito grande hà quem seja bem maior ;
Não faças mal a ninguém
Que não te fica bem
Seres assim tão mauzinho
Porque assim ninguém te quer
E assim nunca vais ter
Muito amor e carinho,
Ninguém quer ser teu amigo
Tu sò fazes coisas feias
E algum dia acabas mal
Vais levar uma tareia ;

Refrão:
Oh oh oh oh ai ai, eu vou dizer ao meu pai
Oh oh oh oh ai é, tu sabes bem como ele é
Oh oh oh oh ai ai, eu vou dizer ao meu pai




Cupido do Rock’n’roll

Com arco e flechas às costas ele vai procurando encontrar
Duas caras lindas que se possam aproximar
Depois ele consegue de longe acertar
Primeiro no rapaz que fica no ar

Refrão:
Dançando loucamente o rock’n’roll
Dançando loucamente o rock’n’roll
Foi esse cupido que fez brilhar o sol
P’ra que toda a gente saiba amar o rock’n’roll
Foi esse cupido que fez brilhar o sol
P’ra que toda a gente saiba amar o rock’n’roll

Depois é a menina que começa por encontrar
A flecha côr de rosa que acaba po acertar
No seu coração jovem com tanta emoàão
Aproximou-se dele e dando-lhe mão

Refrão:
Dançaram loucamente o rock’n’roll
Dançaram loucamente o rock’n’roll
Foi esse cupido que fez brilhar a lua
P’ra que toda a gente venha dançar para a rua
Foi esse cupido que fez brilhar a lua
P’ra que toda a gente venha dançar para a rua






O meu piano de brincar

No outro dia encontrei là no meu quarto
O pianinho que eu tinha de brincar
Senti saudades de quando era pequenina
Quando me punha no meu quarto a tocar
Mas hoje a mùsica que eu gosto é diferente
Tem outra onda que é bué de fixe oh meu
Põe os chavalos e as chavalas a curtir
E até os setores nas aulas do liceu

Refrão:
O meu piano que é de brincar
Tem de aprender a nova onde de mtal
O meu piano hà-de tocar
O melhor Rock que se faz em Portugal

Na minha escola todos querem o piano
So que não sabem o segredo que ele tem
é a guitarra que tem que puxar por ele
E a bateria tem que acompanhar também
Mas hoje a mùsica que eu gosto é diferente
Tem outra onda que é bué de fixe oh meu
Põe os chavalos e as chavalas a curtir
E até os setores so nas aulas do liceu

Refrão:
O meu piano que é de brincar
Tem de aprender a nova onda de metal
O meu piano hà-de tocar
O melhor Rock que se faz em Portugal.


Hey hey cowboy

Na primeira vez que eu fui à América
Fui là visitar os meus heroìs
Queria conhecer o velho Oeste
Queria ver os Indios e os Cowboys
E até também nas aventuras
Que vi em casa na televisão
Viver no Oeste é uma loucura
Por isso mesmo eu fiz esta canção
Por isso vais cantar assim o refrão

Refrão:
Hey hey cowboy
Hey hey cowboy
Hey hey cowboy
No seu cavalo lindo
Hey hey cowboy
Eu vou ficar contigo
Hey hey cowboy

E apesar da minha pouca idade
Todos là ficaram meus amigos
Até o Xerife da cidade
Ensinou-me a lutar contra os bandidos
E agora cada vez que eu vou à América
Os meus amigos eu vou vistar
Quando chego fazem uma festa
Indios e Cowboys tudo a dançar
E todo o mundo começa cantar

Refrão:
Hey hey cowboy
Hey hey cowboy
Hey hey cowboy
No seu cavalo lindo
Hey hey cowboy
Eu vou ficar contigo
Hey hey cowboy


Um dia no concerto

No dia 24 fui ver o concerto
Com um rapaz da escola que me convidou
Mas nòs chegamos tarde o estàdio estava cheio
E o pobre do rapaz não entrou,
Eu tive pena dele mas não deixei de entrar
Pois eu sabia que era a banda nice a tocar
Então é que eu curti a mùsica tão louca
Que deve ter deixado com àgua na boca

Refrão:
Quero là saber eu quero é ver
O concerto na maior
Quero là saber se ele vai ter
Uma crise por amor
Quero là saber
Eu quero ouvir a mùsica é melhor
Eu quero ouvir a mùsica é melhor

E nunca mais me esqueço do que aconteceu
Quando tudo acabou é que ele apareceu
Estava frio na rua e o seu olhar brilhou
Por entretanto malta ele me encontrou,
Estava um pouco triste là nisso eu reparei
Porque afinal eu também sinto que até errei
Mas foi tão bom ouvir aquele som no ar
E ao chegar ao pé dele tive que cantar

Refrão:
Quero là saber eu quero é ver
O concerto na maior
Quero là saber se ele vai ter
Uma crise por amor
Quero là saber
Eu quero ouvir a mùsica é melhor
Eu quero ouvir a mùsica é melhor


Ainda é muito cedo para namorar

Fui convidada para um aniversàrio
De um amigo meu
A festa estava gira
Vejam o que aconteceu
Tocava uma canção ligeira
Estavam todos a dançar
O Tony pegou-me a mão
Querendo me namorar

Refrão:
Não não não
Deixa isso p'ra là
Ainda é muito cedo p'ra namorar
Não não não
Deixa isso p'ra là
Ainda sou miuda eu so quero é dançar
Não não não
Deixa isso p'ra là
Ainda é muito cedo p'ra namorar
Não não não
Deixa isso p'ra là
Ainda sou miuda eu so quero é dançar

1, 2, 3,
4, 5, 6,
Agora todo mundo cantando de uma vez
1, 2, 3,
4, 5, 6,
Agora todo mundo cantando de uma vez
La la la la la la la la la la ...



video

Sem comentários:

Enviar um comentário